26 de dez de 2011

HQs mais vendidas nos EUA


O designer Tim Leong e o site Comics Alliance pegaram todas as listas de paperbacks - quadrinhos não-capa dura e não mangá - mais vendidos nos EUA, semana a semana, segundo o jornal New York Times. Lançada em 2009, a lista do Times é elaborada a partir das vendas exclusivamente em livrarias, diferente do tradicional mercado direto das comic shops estadunidenses.

Na infográfico montado por Leong, as tendências do mercado de livraria são inversas ao que se vê no mercado direto: os maiores nomes do ano não são Batman, nemLiga da Justiça, nem X-Men, mas Scott Pilgrim e Os Mortos-Vivos.

Os álbuns das duas séries dominaram as vendas este ano. Enquanto o primeiro volume de Os Mortos-Vivos apareceu em 42 semanas (de 52) da lista, o primeiro de Scott Pilgrimteve 38 semanas de presença. Todos os outros álbuns do roqueiro canadense venderam bem durante o ano, e outros seis da HQ zumbi tiveram boa presença nas listas.

Na relação especial das obras que ficaram mais de 4 semanas na lista, a melhor posicionada é Daytripper, dos brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá. Watchmen, ainda na ressaca do filme, continua vendendo bem sempre, aparecendo em quase metade das listas do ano.

Mas a maior surpresa está nos gráficos em pizza que mostram como seria a repartição do mercado segundo as listas do Times: a pequena Oni Press (de Scott Pilgrim) com 32%, a Image (de Os Mortos-Vivos) com 22%, a DCcom 18%... e a Marvel, que dominou boa parte do ano no mercado direto e não tem grande tradição no lançamento de álbuns inéditos, com míseros 3%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário