9 de jan de 2012

Produtores de DmC: Devil May Cry são ameaçados de morte.

Que os fãs de Devil May Cry estão insatisfeitos com o reboot da série, chamado de DmC: Devil May Cry e que traz um novo Dante em um visual “moderno”, com cabelos pretos e bem ao estilo ocidental, não é nenhuma novidade. A cada novo trailer ou imagem que sai do jogo, mais e mais protestos surgem e no meio deles algumas poucas mentes mais abertas fazem elogios ao jogo e prometem dar uma chance a ele.


E quando as pessoas levam o tema aos extremos e sem nenhuma necessidade fazem atos exagerados como, por exemplo, ameaçar de morte os produtores do game? É isso que desenvolvedora Ninja Theory vem recebendo de alguns fãs mais xiitas da série. Em uma entrevista cedida à revista Official Xbox Magazine, um dos produtores afirmou que a empresa já estava preparada para esse tipo de coisa, mas ficou surpresa com algumas das demonstrações de repúdio.
Tais ameaças chegam em formato de músicas, quadrinhos e mensagens, mas é claro que algo assim preocupou os envolvidos. Segundo o site Examiner, a Capcom também não gostou nada desta história, levando até mesmo seu Diretor Corporativo, Christian Stevenson, a se pronunciar com a seguinte frase: “Ameaças de morte não tem lugar na sociedade civilizada”.
De fato, uma coisa é certa: atitudes como essas não levam a lugar algum. Chegar a pensar que algo assim faria com que as empresas desistissem de lançar o jogo, é realmente um absurdo. O único desafio que o novo DmC vai enfrentar é justamente nas vendas, que podem ser positivas ou não. Então, que demonstrem sua revolta simplesmente não comprando o jogo.
DmC: Devil May Cry será lançado para o Playstation 3 e Xbox 360 ainda este ano.

Um comentário:

  1. Extremo? Achei não. '-'
    Não resolve nada, mas confesso que quando vi o que fizeram com a série eu também tive vontade de matar alguém. Mas ameaçar, fazer e ter vontade são coisas diferentes... Enfim, espero que com o fracasso de vendas eles aprendam alguma coisa. Não se meche no que já é perfeito. u_u'

    ResponderExcluir